Arquivo do mês: março 2016

Motivação de viagem: se cuidar!

Se cuidando em um Spa...

Se cuidando em um Spa…

São várias as motivações que tenho para viajar mas, sem dúvida, uma que me dá muito prazer é viajar para me cuidar. Nestas oportunidades uno o útil ao agradável, enfim, satisfação garantida! 

Há viagens que são para cuidar do corpo, outras do espírito e algumas para ambos. Tudo depende do momento e da oportunidade.

Mas aonde ir para juntar tudo isto? No Brasil temos várias opções: Balneários, Spas com diferentes abordagens (médico, para relaxamento, com foco na filosofia Ayurveda, etc.), locais para Retiros Espirituais, Termas, Ashram, enfim, uma infinidade de opções. E como escolher?

Tive a oportunidade de experimentar diferentes lugares e vou compartilhar com vocês nos próximos posts um pouco da minha experiência em alguns deles.  Já deixo claro que não recebi nada deles para escrever, ok? A ideia é partilhar a minha experiência e percepções durante a estadia para que vocês tenham uma ideia do que é ofertado nestes locais. 

O primeiro post vai ser sobre a experiência mais recente, o Spa Med Sorocaba Campus. Aguarde!

 

Da coleção “Horizontes”

Hoje compartilho com vocês um horizonte pouco comum para nós, o deserto. Intenso, silencioso, com seus tons avermelhados. Lindo! Vale a pena experimentar.

Deserto Wadi Rum na Jordânia

Deserto Wadi Rum na Jordânia

Realizando sonhos em viagens.

Quando penso em viajar, sonho.

Sonho em conhecer o jardim que inspirou o grande artista, o lugar sagrado que traz paz e boas energias para aquele que por ali passa, aquele lugar especial onde o casal apaixonado do romance da moda se conheceu, os cenários onde desenrolaram fatos incríveis da história.

Sonho em experimentar aquela comida que caracteriza aquele lugar, sonho em ser anônima e me sentir uma “local” em sua rotina diária na cidade sentada em um café, sonho absorver as sensações únicas que aquele momento permite. 

Sonho em viver aventuras incríveis, em sair da minha zona de conforto e me permitir vencer meus medos e limites e ousar experimentar coisas novas. 

E a cada viagem realizo estes sonhos, menores ou maiores. Compartilho as imagem da realização de um deles, o passeio  mais lindo que já fiz até hoje, de balão. Silencioso (na maior parte do tempo), leve, sutil, delicado, belo, um horizonte de tirar o fôlego. Sensações que ficarão para sempre deste dia. 

Que outros sonhos se tornem realidade em breve! 🙂

 

 

Com que mala eu vou? A média!

 

Em viagem, o que levamos e como levamos pode ter impacto diário na jornada. Quantas vezes vamos e voltamos e nos damos conta que não usamos nem metade do que foi levado? Por isto resolvi escrever sobre o tamanho da mala.

Selo Utilidades

Seja a passeio ou a trabalho, seja para uma semana ou 20 dias, verão ou inverno, uma mala média é suficiente para você levar o que precisa sem ter problemas. Claro que este post não é para quem vai fazer uma mudança ou uma viagem especificamente de compras, nem para aqueles que são MUITO minimalistas e só viajam com a bagagem de mão. Enfim, escrevo pensando na maioria das viagens e passageiros, ok?

Então, aí vão as minhas “6 razões para viajar só com uma mala média”:

  1. Ocupa menos espaço. Isto faz diferença, por exemplo, quando você viaja sozinho(a) e vai ao banheiro (pois ela tem que entrar contigo) ou viaja com mais pessoas e aluga um carro (afinal, tem que caber a bagagem de todos no carro, certo?)

  2. Limita o volume e ajuda a controlar o peso da bagagem. Quanto maior a mala, maior também a possibilidade de ultrapassar o limite de bagagem. Se você vai viajar de um país para o outro dentro do mesmo continente, a franquia costuma ser menor do que nos voos intercontinentais. Uma mala média acomoda bem 23 kg e, caso o seu bilhete permita uma franquia maior, dependendo do peso dos pertences, também comporta os 32 kg.

  3. Te ajuda na organização durante a viagem. Com espaço limitado é necessário pensar e planejar o que vai levar de forma mais consciente e menos impulsiva. Isto facilita que itens importantes não sejam esquecidos e agilizam a decisão do que usar durante a viagem já que as opções são reduzidas e foram pensadas antecipadamente;

  4. Te dar maior liberdade. Você pode ir e vir a qualquer hora e para qualquer lugar uma vez que você consegue carregar sua bagagem sem auxílio de ninguém.

  5. É mais seguro. É mais fácil achar locais apropriados (e visíveis) para acomodá-la durante a viagem em certos meios de transportes, como trens;

  6. Poupa a sua saúde. Afinal, quando você se deparar com aquela escadaria não prevista no meio do caminho, sua coluna vai agradecer por você ter menos peso para carregar minimizando o risco de lesões que podem estragar toda viagem.

Junto com a bagagem de mão, a mala média pode te levar por todo mundo. Invista em uma de boa qualidade e boa viagem!